top of page

Prefeitura de São Sebastião confirma 61 mortos na Calamidade



A Prefeitura de São Sebastião, lamenta informar que foram registradas 61 mortes em decorrência das fortes chuvas que assolaram o município na madrugada do domingo (19). A cidade está em Estado de Calamidade Pública, após o acumulado de chuva ter superado os 600 mm no domingo (19).


Neste sábado (25), de acordo com informação divulgada pelo Governo do Estado, em boletim que atualizou informações sobre a tragédia, o número de desaparecidos caiu de 13 para 08 e o número de corpos identificados e liberados chegou a 53. Nos pontos de abrigos organizados pela prefeitura há 1027 pessoas atendidas.


Neste sábado, o vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, visitou o município e reuniu-se com o prefeito, Felipe Augusto, e o governador do Estado, Tarcísio de Freitas, para analisar as áreas afetadas pela tempestade. Alckmin reforçou determinação do presidente Lula para que o Governo Federal trabalhe diretamente com o Estado e o município para atender as demandas necessárias para amenizar o sofrimento da população afetada pelo desastre. Em parceria, os três governos realizarão um plano de habitação para acomodar as pessoas desabrigadas.


“O governo federal vai ser parceiro direto no financiamento de recursos para dar andamento no projeto de habitação para as vítimas das fortes chuvas na cidade de São Sebastião. É importante ampliarmos o debate sobre as questões climáticas em nosso país nas escolas para ajudar nessa luta contra os desastres naturais como o que ocorreu no Litoral Norte”, disse o vice-presidente.


Na sexta-feira (24), o Governo do Estado declarou uma área na Vila Sahy, Costa Sul, de utilidade pública para fins de desapropriação para construção de moradias às famílias desabrigadas e desalojadas, atingidas pelas chuvas.


O decreto foi assinado pelo governador, Tarcísio de Freitas, no qual é declarado de utilidade pública uma área particular de 10.632 m², na Vila Sahy, na Barra do Sahy, para fins desapropriação para construção de casas destinadas a famílias desabrigadas e desalojadas. O decreto foi publicado na edição deste sábado, 25, do Diário Oficial do Estado.


O decreto autoriza a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SDUH), a fazer a desapropriação do terreno para implantação de programa habitacional para famílias de baixa renda. As unidades serão destinadas ao atendimento de moradores de áreas de risco afetados e famílias que perderam suas casas em razão das chuvas intensas.


Navio


Na sexta-feira, a Prefeitura, o Exército e a Marinha do Brasil instalaram um Hospital de Campanha, no bairro de Juquehy, na Unidade de Saúde da Família (USF) Juquehy II, para auxiliar os atingidos pela chuva do último final de semana.

O atendimento à população conta com 25 profissionais de saúde da Marinha. O funcionamento da estrutura será das 8h até às 17h. A estimativa de atendimento diário é de 70 a 100 pessoas e estarão disponíveis especialistas em clínico geral, pediatra, intensivista, cirurgião-geral e ortopedista. A Unidade de Saúde da Família (USF) Juquehy II fica no Endereço: Rodovia Rio Santos, Km 178, nº 900.


Fonte: Departamento de Comunicação/PMSS

Foto: Divulgação/PMSS

Comments


bottom of page