top of page

Prefeitura de São Sebastião anuncia construção de escola, creche e unidade de saúde após entrega de unidades habitacionais na Baleia Verde


O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, assinou, nesta segunda-feira (19), decretos para a construção de uma escola, uma creche e uma unidade de saúde na Baleia Verde, na Costa Sul do município. Os próprios públicos serão construídos em uma área de 5.175 metros quadrados e ficarão próximos aos novos conjuntos habitacionais ‘Sol Nascente’ e ‘Pôr do Sol’, entregues às famílias atingidas pela maior catástrofe já registrada no país e que completou um ano neste 19 de fevereiro.


“Com isso, a comunidade deixará de ser um núcleo passível de regularização fundiária e passa a ser um bairro regularizado, com serviços públicos e toda a infraestrutura para atendimento da população. Como exemplo, ele citou a necessidade de os moradores atravessarem a Rodovia Dr. Manoel Hyppolito do Rego (SP-55) para serem atendidos do outro lado da via.


A iniciativa foi acompanhada pelo governador do Estado, Tarcísio de Freitas, pelo vice-prefeito Reinaldinho Moreira, secretários estaduais, deputados, vereadores e os futuros moradores do condomínio que estiveram no local para receberem as chaves de seus apartamentos e casas.


Eles perderam suas moradias no fatídico dia 19 de fevereiro, onde 64 pessoas perderam suas vidas, sendo a maioria moradores da Vila Sahy, a mais castigada pela catástrofe. Entre eles, estava a cabelereira Jessyca Tatyana Neri da Silva, 29 anos, primeira a receber a chave entregue pelo governador.


Até então, ela fazia parte do grupo que residia no bairro Quaresmeira, no município vizinho de Bertioga, em um dos 300 apartamentos cedidos pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHUA), do Estado, até a conclusão das obras das 704 unidades habitacionais construídas em Maresias (186) e na Baleia Verde (518).


“É muito gratificante receber meu apartamento após tanto sofrimento e tristeza”, conta ela que, na ocasião, fraturou a tíbia e o perônio. Agora é tocar a vida”.


Quem também está feliz é o casal Fernanda Fischer, 41 anos, e Marcos Moreira da Silva, 45 anos, que também receberam a chave e a documentação do novo apartamento onde vai morar com o filho de 16 anos. “Estamos muito felizes porque voltaremos a ter a nossa casa”, disse Fernanda.


Durante a cerimônia da entrega das chaves, as autoridades relembraram o que foi aquela noite de domingo de Carnaval, da tristeza, do trabalho de salvamento, da solidariedade até mesmo de quem perdeu tudo e o que ocorreu ao longo deste primeiro ano de reconstrução, de apoio e fortalecimento das estruturas e parcerias entre Estado e município.


O prefeito Felipe Augusto destacou a importância das obras de contenção em andamento, das obras em licitação e de novas que serão licitadas, perfazendo mais de R$ 1,3 bilhão em investimento. “Estamos aqui para celebrar este momento único, agradecer a Deus. Esta noite nem dormi lembrando cada minuto de tudo que aconteceu naquele fatídico dia. Hoje é dia de celebrar a vida porque Deus é bom, Deus é amor. Após tristeza e dor, vem a alegria”, disse o prefeito, acrescentando que “é hora de olharmos o futuro, respeitando o luto e a dor daqueles que nos deixaram”.


Já o governador Tarcísio de Freitas lembrou de quando chegou em São Sebastião e encontrou o prefeito Felipe Augusto e o vice-prefeito Reinaldinho Moreira de botas, coletes e lama até onde não se conseguia enxergar. “Naquele momento eu vi tamanho coração, carinho e dedicação diante do acontecido”.


Com a entrega das unidades habitacionais da Baleia Verde, o governador reforçou que não cortará seus laços com São Sebastião. “Vamos construir 256 apartamentos no bairro da Topolândia para atender os moradores da Vila de Passagem, a Sabesp continua com obras de implantação de água e esgoto, teremos investimentos de drenagem e na rodovia (SP-55)”, pontuou.


A entrega das chaves prossegue nos próximos meses e conforme a CDHU, todos os moradores que estavam em Bertioga e que são das áreas consideradas vermelhas serão beneficiados, se assim o quiserem. As famílias que também optaram pelo auxílio aluguel da catástrofe também estão no cadastro. Se após a remoção dessas famílias ainda houver unidades vagas, será seguida a lista da CDHU.


Ainda durante a cerimônia, o Fundo Social de Solidariedade de São Sebastião entregou mais de 200 brinquedos, entre entre bolas de futebol, bonecas e carrinhos, para as crianças, futuras moradoras do condomínio.


Fonte: Departamento de Comunicação/PMSS

Foto: Divulgação/PMSS

 

Comments


bottom of page