top of page

Prefeito Felipe Augusto institui decreto para Ajuda Humanitária ao Rio Grande do Sul e São Sebastião envia mais ajuda e donativos à região


O prefeito Felipe Augusto instituiu o Decreto Municipal 9.338/2024 que define o fornecimento de Ajuda Humanitária a ser destinado aos municípios do Estado do Rio Grande do Sul, abrangidos pelos decretos de Calamidade Pública 57.596 e 57.600/2024 em decorrência dos eventos climáticos de chuvas intensas.


Com isso, São Sebastião pode mobilizar os servidores da Defesa Civil nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução no Estado do Rio Grande do Sul. Essa ajuda também serve para servidores aptos de outras secretarias para reforçar as ações e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto às comunidades atingidas com o objetivo de facilitar ações de assistência à população afetada pelas enchentes, sob a coordenação da Defesa Civil.


Ainda com base no decreto, esses profissionais devem ser capacitados para avaliação de cenários de desastres naturais e devem apoiar a coordenação de abrigos emergenciais, logísticas humanitárias e geoprocessamento de dados relacionados ao clima.


O documento define que os agentes da Defesa Civil de São Sebastião podem atuar em situações de arrecadação e entrega de medicamentos, colchões, itens de vestuário, materiais de limpeza e higiene pessoal e gêneros alimentícios, como no auxílio da organização e distribuição desse material para as vítimas das chuvas nos locais de recebimento e acolhimento definidos e indicados pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul e Defesas Civis do Estado de São Paulo e gaúcho.


Balanço de sábado


A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Turismo (SETUR), Fundação Educacional e Cultural ‘Deodato Sant’Anna’ (Fundass) e Fundo Social de Solidariedade, enviou, no sábado (11), dois caminhões com 12,5 toneladas de donativos às cidades de Guaíba e Eldorado, no Rio Grande do Sul.


Os donativos foram arrecadados junto à população sebastianense, empresários e participantes do Festival ‘Todas as Danças’, e enviados após conversa do prefeito Felipe Augusto com o prefeito de Guaíba, Marcelo Maranata, que relatou a situação caótica pela qual o município está passando após as enchentes, com 14 mil pessoas acolhidas nos abrigos da prefeitura e poucos alimentos, que deveriam durar apenas por mais um dia.


Entre os donativos enviados estão oito toneladas e meia de alimentos e outras quatro toneladas de água potável, medicamentos, brinquedos, colchões e papel higiênico. Para Guaíba, estão destinados alimentos e brinquedos, enquanto Eldorado receberá os colchões, medicamentos, água e papel higiênico.


Também neste sábado, embarcaram mais sete agentes da Defesa Civil de São Sebastião, em duas viaturas equipadas com botes infláveis e equipamentos para salvatagem na água ou em altura, com destino ao Rio Grande do Sul.


Balanço de domingo


No domingo (12), mais um caminhão foi enviado com donativos ao Rio Grande do Sul. Dessa vez, foram enviados alimentos, água e medicamentos para as cidades de Canoas e Guaíba.


Para Guaíba, foram enviados 1.200 kg de Alimentos e 2.430 litros de água potável, enquanto para o Hospital Universitário de Canoas foram destinadas 220 caixas de medicamentos, duas bolsas de medicamentos e duas caixas de transporte de animais.


O caminhão foi escoltado por uma patrulha da Polícia Municipal, composta por quatro policiais, que permanecerá no local, auxiliando na manutenção da ordem pública no estado, sendo alocados nas cidades que mais necessitarem de apoio. Há previsão de que ainda esta semana sejam enviados outros quatro policiais.


Fonte: Departamento de Comunicação/PMSS

Foto: Divulgação/PMSS

Comentarios


bottom of page