top of page

Ilhabela recebe prêmio estadual por redução nos índices de sífilis congênita no município



Ilhabela recebeu o Prêmio Luiza Matida TVHIV e/ou Sífilis Congênita no Estado de SP por atingir o indicador para a redução/eliminação de Sífilis Congênita no arquipélago durante a 7° Semana Paulista de Mobilização contra a Sífilis e Sífilis Congênita: “Os desafios para a eliminação da Sífilis Congênita – teste, trate e cure a Sífilis Adquirida”, em 5 de dezembro, no Centro de Convenções Ibirapuera – São Paulo. A Secretaria de Saúde foi representada no evento por Mara Celi (Gerente de Enfermagem), Alessandra Gonçalves Jesus (Enfermeira da V.E.) e Grazieli Reis Oliveira (Técnica de enfermagem da V.E.).


Sobre a Sífilis

A Sífilis é uma doença transmitida predominantemente por via sexual e transmissível da mãe para o bebê, durante a gestação. Por meio do fortalecimento do trabalho em rede entre Vigilância Epidemiológica, Atenção Primária a Saúde e Maternidade, o município de Ilhabela, em consonância com os programas do Ministério da Saúde e SESP, intensificou as ações voltadas para o rastreamento de Sífilis em gestante, do tratamento adequado da gestante e parceiro, do controle e registro dos resultados de exames na carteirinha de pré-natal e do cuidado a parturiente e recém-nascido para evitar as manifestações da Sífilis Congênita.


“O diagnóstico precoce, o tratamento adequado, um controle eficaz e o parto/pós-parto baseados em protocolos de assistência, evidenciam a qualidade da interface do cuidado a gestante prestada pelo nosso serviço de saúde”, ressalta a enfermeira Alessandra Gonçalves Jesus.


Fonte e foto: Assessoria de Imprensa/PMI

Kommentare


bottom of page