top of page

Ilhabela defende liberação imediata de recursos do DADE para apoio na recuperação das cidades



O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, defendeu a liberação imediata dos recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias do Estado de São Paulo – DADE para ajudar na reconstrução e recuperação dos municípios do Consórcio Litoral Norte (Ilhabela, Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião e Bertioga), afetados pela chuva do dia 19 de fevereiro em reunião realizada em Caraguá, na última terça-feira, 28, que contou com a presença do secretário de estado do Turismo e Viagens, Roberto de Lucena.


“O governo passado contingenciou parte desses recursos e os municípios precisam desse dinheiro de forma integral. É importante também que a liberação do recurso seja desburocratizada, porque neste momento precisamos de agilidade”, disse Colucci.


O prefeito ilhéu também disse que é necessário cessar os comunicados generalizados feitos pelo Governo do Estado pedindo para que as pessoas não venham para a região, pois o turismo, principal fonte econômica das cidades, sofre sérios riscos com a medida. “Vai chover como chove todo ano, toda vez que chover vamos correr riscos, temos que trabalhar para mapear e controlar as áreas de risco, mas não podemos parar a nossa indústria, que é o turismo, porque os problemas serão ainda maiores. Somos solidários e respeitamos o luto das famílias atingidas, mas como gestores temos que ter responsabilidade, avaliar cada situação e sermos corajosos e enfrentarmos essa situação de frente”.


Colucci sugeriu ao Consórcio LN que fosse firmado em documento a liberação temporária do pedágio na Rodovia dos Tamoios e da tarifa de travessia da balsa, como formas de incentivar a vinda de pessoas para a cidade. Dados apresentados por entidades do trade turístico e associações comerciais apontam que o cancelamento de reservas na rede hoteleira já chega em pacotes fechados para o mês de julho e as consequências podem ser irreversíveis.


Outra sugestão defendida pelo prefeito de Ilhabela é de que os municípios se posicionem contrários às medidas apresentadas pelo Governo Federal na mudança de cobrança do ISS, que é uma receita inestimável aos municípios e também na volta da cobrança sobre os impostos sobre os combustíveis. A reabertura dos Parques Estaduais também foi uma reivindicação apresentada.


“É preciso reconhecer e parabenizar a secretaria de estado do Turismo e o governador Tarcísio, que se mostrou sensível, botou a mão na massa e veio para nos ajudar a superar esse momento difícil, mas esperamos que ele faça ainda mais e assuma essas pautas”, reivindicou Colucci.


Retomada


A reunião do Circuito Litoral Norte contou com representantes dos municípios da Região Turística do Litoral Norte, banco público de desenvolvimento, associações comerciais, Procon e Sebrae, que contribuíram com sugestões para a retomada do turismo nos municípios afetados pelas recentes chuvas. De Ilhabela, além do prefeito, participaram o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Harry Finger, o secretário adjunto e presidente do Comtur, Ricardo Cretella e o presidente da Associação Comercial e Empresarial do município, Sidney Covas.


O secretário Roberto de Lucena apresentou um mapeamento dos impactos causados e um plano de ação emergencial, além de abordar questões como crédito turístico para empreendedores e prefeituras locais, a recuperação de equipamentos e obras de infraestrutura, além da promoção do destino.


Também foi disponibilizada, em parceria com a Desenvolve-SP, uma linha de crédito de mais de R$ 500 milhões para o setor público e privado investir na recuperação de infraestrutura e empreendimentos da região. Para micro e pequenos empresários do setor turístico, serão R$ 100 milhões em crédito. Uma plataforma online da Secretaria já está oferecendo apoio gratuito para a elaboração de projetos e planos de negócios, orientação ao crédito e consultorias individuais, em parceria com o Sebrae-SP.


A Secretaria de Turismo e Viagens de São Paulo também se comprometeu a promover os destinos afetados assim que a defesa civil, autoridades de meio ambiente e infraestrutura sinalizarem que não há riscos para visitantes e moradores, comércios e serviços locais. A Secretaria apresentou uma campanha de fomento ao turismo para aquecer a economia local fora de temporada.


Para colaborar com a reestruturação do planejamento de turismo regional, o Circuito Litoral Norte segue alinhando parcerias e ações com a Secretaria de Turismo e Viagens do Estado, Ministério do Turismo, Embratur, Sebrae e ABIH, entre outras entidades.


Fonte: Assessoria de Imprensa/PMI

Foto: Divulgação/PMI

Comments


bottom of page