top of page

Grupo de trabalho do PPDC de Caraguatatuba realiza reunião estratégica para período de chuvas



O verão chegou e com ele também se registra a temporada de chuvas no Litoral Norte. Desde o dia 1º de dezembro, a cidade de Caraguatatuba conta com o Plano Preventivo da Defesa Civil (PPDC), que ocorre até 31 de março de 2023 e tem por objetivo evitar ocorrências de mortes, com a remoção preventiva e temporária da população que ocupa as áreas de risco, antes que os escorregamentos atinjam suas moradias.


Na tarde de terça-feira (20/12), o grupo de trabalho da Prefeitura de Caraguatatuba que compõe o PPDC se reuniu para definir as ações estratégicas em casos de ocorrências de maior gravidade e que requeiram a remoção de famílias de suas residências.


A reunião foi realizada pelo prefeito Aguilar Junior e pelo coordenador da Defesa Civil, capitão Campos Junior. Estiveram presentes representantes das Secretarias de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, Desenvolvimento Social e Cidadania, Saúde, Serviços Públicos, Administração, Gabinete, Esportes e Recreação, Comunicação Social, Obras Públicas e Educação, além do Fundo Social de Solidariedade e Guarda Civil Municipal (GCM).


Vistorias técnicas da Defesa Civil, remoção de famílias, abrigamento, alimentação, acompanhamento de casos de saúde de pacientes, além do trabalho de limpeza dos bairros e obras emergenciais foram os temas do encontro.


Segundo o coordenador da Defesa Civil de Caraguatatuba, capitão Campos Junior, o objetivo da reunião é, justamente, para que todos os atores estejam preparados para ajudar. “Sejam nas ações de prevenção, preparação, mitigação, socorro a moradores em áreas de risco e alagamentos e recuperação dos locais”, complementou.


O prefeito Aguilar Junior falou sobre a estrutura do PPDC. “É igual seguro, temos que fazer, mas nossa ideia é não usar. Temos a estrutura montada, mas não queremos usar, ou seja, passar esse período de chuvas com tranquilidade. E para isso, o time do PPDC precisa estar antenado e pronto para qualquer anormalidade”, disse.


Uma das novidades desta temporada serão as ações de mensagens de texto (SMS) que serão enviadas pela Central 156 aos munícipes. Assim, é possível alertar a população sobre a possibilidade de ocorrência dos mais diversos eventos, como alagamentos, enxurradas, deslizamentos de terra, vendavais, chuvas de granizo e raios.


O PPDC é dividido em quatro estados: observação, atenção, alerta e alerta máximo, conforme o acumulado de chuvas nas áreas de riscos. Atualmente, Caraguatatuba tem 19 áreas de risco em 54 setores.


Com as chuvas dos últimos dias, o acumulado em 72 horas chegou a 105 milímetros e, por esse motivo, Caraguatatuba está hoje em estado de atenção, onde os agentes da Defesa Civil permanecem vistoriando as áreas de risco de escorregamento.


Fonte: Defesa Civil/Secretaria de Comunicação/PMC

Foto: Divulgação/PMC

コメント


bottom of page