top of page

Festival de Cultura Negra em Bertioga é realizado com trilha, oficinas, show e várias atrações


A cidade de Bertioga recebe uma programação especial em alusão ao Dia da Consciência Negra. No sábado, 18 de novembro, das 8h30 às 20h, acontece o Festival de Cultura Negra, com ponto de encontro na Praça da Primavera, no bairro Rio da Praia. O evento realizado em parceria entre Prefeitura e o Sesc contém desde trilhas, teatro, aula de capoeira, oficina de penteados, entre outras atrações, como um show com Letícia Soares, a primeira atriz negra a interpretar a rainha Elsa – do filme Frozen, em um evento oficial da Disney no Brasil.


Confira a programação completa:


- 8h30 às 12h30 - Trilhas de Oyá - A partir de 15 anos. Inscrições no local com meia hora de antecedência


As Trilhas de Oyá é uma iniciativa de despertar a ancestralidade e antigos saberes. A atividade acontece no Sítio Emana, um espaço rodeado de Mata Atlântica, que proporciona contato com a natureza. O objetivo deste passeio, em contato com a natureza, é promover um momento de experiência e reconexão, resgatando e valorizando a cultura de matriz afro-indígena. A atividade inclui trilha de dificuldade leve, momentos de conversa e de contemplação da natureza, banho de ervas aromáticas e um delicioso lanche com PANCS (Plantas Alimentícias Não Convencionais).


É recomendado o uso de roupas confortáveis e calçado fechado, garrafa com água, repelente para insetos e filtro solar, além de levar roupa de banho, toalha e uma camisa branca para uso após o banho de ervas.


- 10h às 11h - Kemetic Yoga - Raízes africanas do Yoga - Classificação Livre


O Kemetic Yoga tem como referência o legado científico e sutil da civilização clássica africana do Antigo Egito, resguardando as histórias, memórias e contribuições humanitárias. Por meio de posturas e exercícios, aliados com a respiração consciente em processo meditativo, tem como impacto a reorganização do corpo integral, assim como a movimentação dos fluxos de energia.


É recomendado o uso de roupas confortáveis, garrafa com água, repelente para insetos e, se desejar, uma canga ou tapetinho de yoga.


- 10h30 às 12h30 e 14h às 16h - Oficina Tranças, turbantes e penteados: conheça seu cabelo! - Classificação Livre. Inscrições no local com meia hora de antecedência


O objetivo desta oficina é promover a reflexão sobre a relação com o próprio cabelo, dialogar sobre estética e identidade. Essa oficina, para todas as idades, apresenta variadas técnicas de tranças, dreads e penteados afros, como saberes de expressão artística ancestral. E também o ensino de técnicas de torço e amarrações do tecido e turbantes.


- 11h às 20h - Feira Afro - Classificação Livre


A feira tem como objetivo fomentar o empreendedorismo da mulher preta. Um espaço de venda de produtos, conexões e diálogos entre as pessoas, formação e capacitação na prática para as mulheres pretas participantes.


- 11h às 12h - Aula aberta Capoeira - Classificação Livre


A capoeira é uma expressão cultural que mistura, luta, dança, cultura popular, música e brincadeira. Uma luta criada no Brasil por negros trazidos da África - a partir do século XVI, declarada patrimônio imaterial da humanidade em 2014 pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Nesta atividade será realizada uma vivência de capoeira, uma prática que ajuda a manter as tradições africanas, a desenvolver o condicionamento físico e a agilidade e o desenvolvimento dos sentidos.


- 14h às 17h - Ocupação Afrolúdica - Classificação Livre


Espaço Afro Lúdico é um conjunto de objetos e materiais que remetem ao repertório afro-brasileiro e africano. São instrumentos musicais, jogos, brinquedos e objetos não estruturados. Todos esses materiais ficam à disposição das crianças para que elas possam experimentar e sentir suas texturas, sons etc. Oportunizamos nesse espaço brincadeiras mediadas e também estimulamos o brincar livre. Por meio da exploração dos materiais as crianças entram em contato com a afro-brasilidade. Os educadores presentes no espaço oportunizam o contato com os materiais e fazem a mediação, apresentando aspectos da história e da cultura africana e afro-brasileira.


- 14h às 17h - Mediação de leitura: Histórias daqui, Histórias de Lá - Classificação Livre


As crianças têm pelo livro um fascínio, uma curiosidade e o mediador busca ampliar as possibilidades de exploração do livro. Nossa mediação de leitura é feita a partir do acervo que contém um rico repertório de livros com a temática afro-brasileira e africana. Os livros representam os africanos e descendentes a partir de uma perspectiva afetiva e de valorização da negritude no discurso e na estética. São histórias que apresentam a África e a diáspora (deslocamento, forçado ou não, de um povo pelo mundo) africana de maneira rica e diversa, apresentam uma estética colorida, uma narrativa envolvente e aventureira, são histórias potentes e belas. A mediação de leitura busca levar as crianças e as famílias a uma imersão regada de encantamento ao universo de narrativas africanas e afro-brasileiras.


- 17h às 18h - Apresentação de Teatro, Porangas - Onde Se Guardam Histórias - Classificação Livre


Inkosazana Ithemba é uma princesa negra que viaja no tempo, junto com a corte. Eles espalham histórias guardadas em porangas pelos antigos sábios. Histórias e lendas de deusas e deuses, de princesas, de guerreiros dos povos originários daqui e de lá, das terras africanas.


- 19h - Oficina Dancehall - Classificação Livre


A oficina de dança Reggae-Dancehall apresenta as bases dessa dança e cultura, que é conhecido de forma popular pela musicalidade do raggamurffin ou "ragga", e é um subgênero do reggae e da cultura sound system Jamaicana. Atualmente a sua dança aparece de forma fragmentada em quase todos os challenge do tik tok, coreografias de hip hop, funk e outros gêneros, obtendo milhões de visualizações e apreciadores no Brasil e no mundo. O encontro busca estimular os participantes a conhecer e vivenciar de forma aprofundada o dancehall, que tem origem na diáspora africana, passando por sua história, passos e estilos.


- 20h - Show Soul Diva - Classificação Livre.


A atriz, dubladora e cantora fluminense, Letícia Soares, traz para o palco toda a versatilidade e potência vocal, interpretando grandes sucessos da música brasileira e internacional. Sem se limitar a um único estilo, passeia por todos os ritmos em um verdadeiro baile. No repertório da banda, interpretações únicas e arranjos originais para grandes sucessos como: A cor dessa cidade, Espumas ao vento, além de sucessos de Beyonce e Tina Turner, em homenagem à força e poder da mulher negra.


Letícia Soares é vencedora dos prêmios Cesgranrio de Teatro pela atuação no espetáculo A Cor Púrpura, e foi elogiada nas mídias pela atuação em Marrom, o Musical, de 2022. Foi finalista do Reality Show Musical Canta Comigo, em 2021. Foi a primeira atriz negra a interpretar a Rainha Elsa em um evento oficial da Disney no Brasil.


Fonte: Assessoria de Comunicação/PMB

Foto: Divulgaão/PMB

Comentários


bottom of page