top of page

Enrocamento Juqueriquerê: obras do molhe Sul atingem 1 km de extensão


As obras do enrocamento do Rio Juqueriquerê avançam rapidamente em Caraguatatuba e vão trazer benefícios à comunidade pesqueira e aos moradores da Região Sul, contribuindo com a navegação e o sistema de drenagem do município.


O paredão de pedras conhecidos como molhes (Norte e Sul) surtem os primeiros efeitos em relação ao acúmulo de sedimentos à margem do rio. Essa contenção maciça, composta por blocos de rochas compactadas, tem a finalidade de impedir a erosão das margens e dissipar a força das ondas.


Na construção dos molhes Norte e Sul são utilizados maquinários para colocação e assentamento das pedras que fazem o caminho pelo mar. O lado Norte já ultrapassa os 815 metros de comprimento, enquanto o lado Sul já atinge 1 mil metros de extensão.


Essa é a segunda maior construção de molhes do país, com investimentos que giram em torno de R$ 42,5 milhões e a expectativa, de acordo com a Secretaria de Obras Públicas é que até o início de 2024 o empreendimento esteja concluído.


Para o prefeito Aguilar Junior, a obra vai trazer inúmeros benefícios para a comunidade pesqueira e para quem vive no entorno do Juqueriquerê. “Os maiores beneficiados serão, sem dúvidas, os moradores e a comunidade pesqueira, pois com os molhes e o serviço de dragagem que o canal do Juqueriquerê receberá, a vazão da água será maior contribuindo para o sistema de drenagem da cidade, em especial da região sul, além de melhorar as condições de navegabilidade”, explicou.


Fonte: Secretaria de Comunicação/PMC

Foto: Divulgação/PMC

Comments


bottom of page