top of page

Enfermeiros de Bertioga recebem capacitação pra inserção de novo método contraceptivo


Nesta semana os enfermeiros da Rede de Atenção Básica de Saúde e Maternidade do Hospital Municipal de Bertioga receberam a capacitação para a inserção do Implante Subdérmico (Implanon), método contraceptivo eficaz e de grande relevância na prevenção da gravidez.


Esse é um novo recurso de planejamento familiar, que poderá ser utilizado na atenção primária, conforme as orientações e público alvo determinados pelo Ministério da Saúde. A capacitação foi ministrada por um consultor científico do departamento médico do laboratório farmacêutico Organon Brasil e, segundo a empresa, esta foi a primeira equipe de enfermeiros a ser capacitada por eles no estado de São Paulo.


Segundo Aline Lara, diretora de Atenção Básica, a iniciativa tem como objetivo diminuir o índice de gravidez na adolescência. “Com este novo recursos nós iremos garantir às meninas de 14 a 19 anos, que já tenha, vida sexual ativa, acesso ao contraceptivo. Além destas, pacientes com HIV, mulheres em vulnerabilidade social ou que tentaram outro método mas não se adaptaram, também terão direito”, disse a diretora.


Implante Subdérmico (Implanon)


O implante contraceptivo é um pequeno tubo de plástico, de cerca de quatro centímetros de comprimento por dois milímetros de largura contendo o hormônio etonogestrel e é colocado debaixo da pele do braço não dominante.


O profissional responsável pela a inserção é um profissional capacitado para o procedimento (Medico ou Enfermeiro).


Sua ação é contínua por 3 anos e acontece com a liberação do hormônio para o sangue da mulher, funcionando por meio de dois modos: impede a ovulação e espessa o muco do colo do útero, o que dificulta a passagem dos espermatozoides para o útero. Tem uma eficácia superior a 99%, igual ou superior a eficácia da laqueadura.


Fonte: Assessoria de Comunicação/PMB

Foto: DIvulgação/PMB

Comentários


bottom of page