top of page

Em dois meses, Ilhabela destina mais de 2 mil quilos de vidro para reciclagem



Os nove Pontos de Entrega Voluntária – PEV´s exclusivos para vidros instalados em Ilhabela recolheram, de janeiro a março, mais de 2 mil quilos de vidro.


Todo o material poderá ser transformado em novos produtos, como pisos cerâmicos, vidros planos e embalagens, já que o vidro é um material 100% reciclável.


Os PEV´s são fruto de uma parceria firmada pela Secretaria de Meio Ambiente com uma empresa especializada em reciclagem de vidro, sem custos para a Prefeitura, e podem ser encontrados nos seguintes pontos – Praia do Curral; praia da Praia Grande; Mirante do Piúva; próximo à Rotatória da Barra Velha; praia do Perequê e na Vila.


Impactos positivos


A coleta seletiva do vidro gera diversos resultados positivos para o meio ambiente. Com a destinação correta, os aterros não ficam sobrecarregados e toda a cadeia da reciclagem é dinamizada. E, quando os cacos de vidro reciclados são utilizados na produção de novos materiais, eles geram economia de matéria-prima e redução das emissões de gases do efeito estufa.


Outro impacto positivo da reciclagem dos vidros por meio dos PEV´s é o fortalecimento da educação ambiental. A população de Ilhabela demonstrou que está atenta à importância da reciclagem e participa ativamente da iniciativa, sempre com melhores resultados.


Na primeira coleta, realizada em 11 janeiro de 2023, foram retirados dos PEV´s aproximadamente 1 330 quilos de vidros, porém misturados com outros resíduos, como plásticos, latas e até mesmo resíduos orgânicos, que dificultavam o trabalho de seleção e aproveitamento do material.


Ações de educação ambiental e conscientização para o descarte correto dos resíduos recicláveis foram realizadas pela Secretaria de Meio Ambiente com o objetivo de garantir que apenas vidros fossem destinados aos PEV´s.


Na segunda coleta, realizada no dia 8 de março, que recolheu mais de 2 mil quilos de vidro, profissionais da área do Meio Ambiente que acompanharam o trabalho relataram uma notável diminuição da presença de outros tipos de resíduos. “A tendência é que tenhamos adesão cada vez maior da população a estas iniciativas que beneficiam o meio ambiente”, afirma Bernadete, Diretora de resíduos.


Para a secretária de Meio Ambiente, a Engenheira Florestal Kátia Freire, a parceria para a coleta e a destinação dos resíduos de vidro soma-se a outras iniciativas que têm conquistado a adesão da população, como a coleta de bitucas de cigarro. “O poder público garante as infraestruturas, os serviços e as parcerias e a população faz a sua parte, com a consciência de que cada tipo de resíduo deve ser descartado de forma correta para que possamos preservar nossa ilha”, afirmou.


Fonte: Assessoria de Imprensa/PMI

Foto: Divulgação/PMI

Comments


bottom of page