top of page

Caraguatatuba: Teatro de Bonecos chega ao bairro Massaguaçu nesta sexta-feira


Depois de estrear no auditório da Fundacc e passar pelo Marmundo no Travessão, o espetáculo “Quem Muito Cobra, Cobrado Será!” chega nesta sexta-feira (28/4) na praça da Paróquia Nossa Senhora da Visitação, no Massaguaçu, com apresentação em dois horários.

A peça conta com um elenco de atores, músicos, e bonecos de mamulengo, muito presentes na cultura nordestina.


Contemplado pelo PROAC 02/2022 de circulação de espetáculos, a atração conta a história de uma feirante com o sonho de entrar para a trupe de Mamulengo, e enfrentará o machismo, racismo e o coronelismo para conquistar seu lugar de direito. A personagem passará por outros personagens tipicamente caiçaras até outros que representam nosso tempo atual marcado por um passado ainda presente.


Os mamulengos são bonecos engraçados e o nome deriva da expressão “mão molenga”. O teatro de mamulengos nasceu no nordeste e foi migrando para outras regiões do Brasil, até em 2015 ser reconhecido como patrimônio imaterial pelo Iphan. O saudoso Mestre Ginu contava que o mamulengo nasceu nas senzalas, esculpidos na madeira, usados pelos escravizados para contar histórias de libertação.


O espetáculo “Quem Muito Cobra, Cobrado Será!” tem apoio das fundações culturais de Caraguatatuba (FUNDACC), de Ubatuba (FUNDART), de São Sebastião (FUNDASS), e patrocínio do PROAC, através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.


Ficha Técnica:

Direção: Hannah Ferreira

Bonequeiro: Oscar Luiz (Latino)

Elenco: Luciana Souza, Gabi Marotti, Alexandre Serra (Alemão) e Oscar Souza Nascimento

Produção: Hugo Labanca e Gilmar Pozzo

Roteiro: Mamulengo de Si Mesmo


SERVIÇO

Espetáculo: “Quem Muito Cobra, Cobrado Será!”

Cia: Mamulengo de Si Mesmo

Data: 28/04 sexta-feira

Horário: 13h30 e 16h

Local: Praça Malerba, em frente a Paróquia Nossa Senhora da Visitação

Endereço: Rua Manoel Marcondes Sodré, 75. Massaguaçu

Evento Gratuito

Classificação Indicativa: Livre


Fonte: Fundacc/PMC

Foto: Divulgação/Fundacc

bottom of page