top of page

Caraguatatuba confirma primeiro caso de gripe aviária em animal silvestre e reforça cuidados


A Secretaria Estadual de Defesa Agropecuária confirmou na quinta-feira (22), o primeiro caso de gripe aviária em animal silvestre em Caraguatatuba. O animal da espécie trinta-réis-de-bando é uma ave migratória e foi contaminada pelo vírus Influenza.


O animal foi encontrado por um casal de turistas na Praia da Cocanha, que imediatamente acionaram os canais oficiais do município. Os turistas seguem sendo monitorados pela Vigilância Epidemiológica da cidade de São Paulo, e não apresentam contaminação.


A Secretaria Municipal de Saúde explica que ao encontrar qualquer ave silvestre debilitada com sinais de doença, a população não deve tocar ou se aproximar. Ligue para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), no telefone 12 3887-6888, para que o órgão adote as providências cabíveis.


A influenza aviária é considerada uma doença viral altamente contagiosa que afeta, principalmente, aves silvestres e domésticas. Entre os sintomas, estão: andar cambaleante; pescoço torto; aspecto abatido; dificuldade respiratória; diarreia; alterações bruscas no consumo de água e ração nas aves de criação e redução na produção ou má formação de ovos.


A gripe aviária não é transmitida pelo consumo de carne de aves e de ovos. As infecções humanas pelo vírus da influenza aviária ocorrem por meio do contato direto com aves infectadas, vivas ou mortas. No Brasil, ainda não foi registrado nenhum caso.


Fonte: Secretaria de Comunicação/PMC

Foto: Divulgação/PMC

Comentarios


bottom of page