top of page

Caraguatatuba concorre ao Prêmio Nacional de Turismo


Caraguatatuba está entre as 410 propostas selecionadas a concorrer ao Prêmio Nacional de Turismo 2023, com o projeto da Vila Turística de Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha.


O Prêmio Nacional do Turismo 2023: o turismo transformando vidas é o reconhecimento de quem faz o turismo brasileiro crescer e fortalecer como um dos segmentos econômicos com maior potencial para geração de emprego e renda no Brasil, bem como para promoção da inclusão social e da sustentabilidade ambiental.


Além do reconhecimento, pretende-se fazer com que tais iniciativas sejam disseminadas e replicadas em outros destinos brasileiros, como forma de contribuir para melhorar as condições do turismo em seus territórios. Entende-se que o reconhecimento gera engajamento e atuação em benefício do desenvolvimento do setor no Brasil


O resultado final será divulgado no dia 15 de dezembro, no site do Ministério do Turismo. Os vencedores receberão troféus e certificados, que serão entregues pelo Mistério do Turismo aos primeiros colocados de cada categoria.


Categorias – O prêmio é dedicado para: Iniciativas de Destaque (para pessoas jurídicas) que conta com 10 categorias (Governança e Gestão do Turismo; Gestão de Dados e Inteligência em Turismo; Turismo Sustentável e Ações de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas; Economia Criativa e Produção Associada no Turismo; Valorização do Patrimônio Cultural no Turismo; Valorização do Patrimônio Natural no Turismo; Formação e Inserção Produtiva de Pessoas no Turismo; Promoção e Marketing no Turismo; Turismo de Base Comunitária e Turismo Social; e Melhoria do Ambiente de Negócios e Atração de Investimentos Privados para o Turismo).


Sobre a Vila


A Vila Turística dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha atua no turismo de base comunitária, fundamentado na promoção da cultura caiçara e no desenvolvimento econômico pautado na proteção ambiental e dos fazeres e saberes tradicionais.


Sob a influência direta da Prefeitura de Caraguatatuba, através da Secretaria Municipal de Turismo, a Associação dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha (MAPEC) foi orientada para atuar pelo ordenamento do turismo, garantindo o uso racional dos recursos ambientais e a proteção da biodiversidade costeiro-marinha, que resultam na manutenção das funções sociais e culturais do território e em seu desenvolvimento sustentável.


Encontrou no turismo de base comunitária a possibilidade de gerar trabalho e renda complementar, especialmente importante em períodos de recuperação da produção ou de engorda dos moluscos. E, hoje, oferece mergulhos panorâmicos; passeios à Fazenda de Mexilhão da Vila (considerada a maior do Estado, sua produção em uma área de 36 mil metros quadrados pode chegar a 160 toneladas/ano); e organiza o Festival do Mexilhão.


Fonte: Secretaria de Comunicação/PMC

Foto: Divulgação/PMC

bottom of page