top of page

Caraguatatuba é semifinalista em prêmio Braztoa com Vila Turística de Pescadores e Maricultores


A Vila Turística de Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha em Caraguatatuba concorre como semifinalista no Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, uma iniciativa da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo, que conta com o apoio do Ministério do Turismo. A premiação é o principal reconhecimento em turismo sustentável no Brasil.


O projeto foi inscrito pela Secretaria Municipal de Turismo e nesta 11ª edição foram 98 inscrições válidas, e destas, 46 iniciativas apresentaram aderência aos princípios do prêmio e foram classificadas para a próxima etapa. O anúncio dos finalistas está previsto para o dia 20 de outubro.


Todas as iniciativas foram submetidas a um processo de verificação de elegibilidade e relevância que selecionou cases semifinalistas. A segunda fase de avaliação selecionará os finalistas do Prêmio Braztoa que serão convidados a participar da Convenção Braztoa no Espírito Santo.


O objetivo é incentivar, reconhecer e dar visibilidade para iniciativas que se destaquem como as melhores práticas de sustentabilidade em toda a cadeia do turismo nacional no tripé social, ambiental e econômico, contribuindo com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável no Brasil.


A Vila Turística dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha atua no turismo de base comunitária, fundamentado na promoção da cultura caiçara e no desenvolvimento econômico pautado na proteção ambiental e dos fazeres e saberes tradicionais.


Sob a influência direta da Prefeitura de Caraguatatuba, através da Secretaria Municipal de Turismo, a Associação dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha (MAPEC) foi orientada para atuar pelo ordenamento do turismo, garantindo o uso racional dos recursos ambientais e a proteção da biodiversidade costeiro-marinha, que resultam na manutenção das funções sociais e culturais do território e em seu desenvolvimento sustentável.


Encontrou no turismo de base comunitária a possibilidade de gerar trabalho e renda complementar, especialmente importante em períodos de recuperação da produção ou de engorda dos moluscos. E, hoje, oferece mergulhos panorâmicos; passeios à Fazenda de Mexilhão da Vila (considerada a maior do Estado, sua produção em uma área de 36 mil metros quadrados pode chegar a 160 toneladas/ano); e organiza o Festival do Mexilhão.


A secretária de Turismo, Maria Fernanda Galter Reis, destaca que a Vila Turística da Cocanha tem tido um olhar muito especial da gestão como um polo importante do desenvolvimento da cultura caiçara, da sustentabilidade e da preservação ambiental, além de ser um vetor econômico para comunidade. “Estamos esperançosos em trazer esse prêmio para Caraguatatuba”, afirmou.


Mais informações sobre a Vila Turística dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha estão disponíveis no www.caragua.tur.br/atrativos-turisticos/de-base-comunitaria/.


Fonte: Secretaria de Comunicação/PMC

Foto: Divulgação/PMC

Comments


bottom of page