top of page

Atleta sebastianense conquista Campeonato Brasileiro de Parasurf


A sebastianense e atleta paralímpica Jade Tanaka, de 18 anos, fez história ao vencer a 2ª etapa do Circuito Brasileiro de Surfe Adaptado (Parasurf) 2023, na categoria Síndrome de Down. O torneio foi realizado entre os dias 17 e 20 de agosto, na cidade de Cabedelo, na Paraíba, pela Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), marcando seu pioneirismo com a introdução das categorias Surdos, Síndrome de Down e Autistas.


Embora não tenha concorrido contra outras atletas nesta edição inaugural da categoria, Jade não hesitou em superar seus próprios limites, considerada como uma segunda vitória para os pais. "Ela estava acostumada com um mar menor, mas deu tudo certo", conta Ana Tanaka, mãe da atleta.


Ana ainda destaca que a criação desta categoria inédita foi uma grande vitória para o surf. Agora ela espera que essa conquista seja um incentivo para que outros pais possam colocar seus filhos no esporte.


Incentivo Familiar e Apoio da Comunidade


A paixão de Jade pelo surfe começou e foi incentivada desde a infância por seu irmão mais velho, o surfista Pedro Tanaka, que morreu no ano de 2021. Ele a ensinou a dar seus primeiros mergulhos e a enfrentar as pequenas ondas quebrando na costa. "Eles sempre tiveram essa afinidade com o mar, desde pequenos", compartilha Ana.


Entretanto, foi na escolinha de surf fundada por seus pais que Jade aprimorou suas habilidades na modalidade. Com o suporte e treinamentos especializados e equipamentos adaptados às suas necessidades, a jovem atleta conseguiu conquistar o feito de ficar de pé em uma prancha aos 14 anos. Desde então mergulhou nesse universo e sonha com a participação em outros campeonatos.


Fonte: Departamento de Comunicação/PMSS

Foto: Divulgação/PMSS

bottom of page