top of page

Atleta de futsal sebastianense é aprovado em seletiva do Corinthians


O atleta sebastianense, Davi Custódio da Cruz, 11 anos, foi aprovado, na última semana, na seletiva do clube Corinthians, em São Paulo, realizada no Parque São Jorge, em São Paulo. Conhecido como Davi Cebola, o jovem vive a realização de um sonho em defender um dos maiores clubes do futebol nacional, o Sport Clube Corinthians Paulista.


Davi será integrante da categoria Sub-12, na posição de lateral esquerdo, com a vantagem de também atuar como meia esquerda. O atleta já começou os treinos na nova casa e está super animado com essa nova fase da vida.


“Estou muito feliz em ter sido aprovado, é um clube onde muitos gostariam de treinar. Agradeço a Deus por ter conseguido. O meu sonho sempre foi ser jogador de futebol e treinar no Corinthians. Vou fazer de tudo para treinar bem e conseguir chegar no profissional”, afirmou o atleta.


Em 2022, Davi foi aprovado no teste da Seleção de São Sebastião, na categoria Sub-12, para representar a cidade no Campeonato Estadual da Federação Paulista de Futsal. Depois disso, ele não saiu mais da equipe e pôde evoluir como atleta por adquirir conhecimento e experiência com as participações nos campeonatos da Federação e com os treinamentos realizados duas vezes por semana com os professores Junior e Marco Orelha.

Estou muito contente pelo Davi e pelo trabalho realizado para evolução dele dentro do esporte. Na verdade, já conseguia ver no Davi um talento para o futsal, sendo um canhoto e muito habilidoso, além de ser inteligente taticamente. Ele é um menino muito focado e dedicado ao futsal e vai ter muito sucesso e um futuro promissor na grande equipe do Corinthians”, destacou o professor Juninho.


Luiz Carlos da Cruz, o Cebola, pai do jovem, comentou como foram esses anos de Liga Sebastianense de Futebol de Salão (Lisfuts) e qual a importância que a base teve na trajetória do Davi. “A sua passagem nesses quase dois anos pela Lisfuts foi de suma importância porque, através do trabalho realizado com a categoria de base Sub-12, o Davi conseguiu evoluir na parte técnica e adquirir experiência, o que foi essencial na avaliação da comissão técnica do Corinthians”.


Para o pai do garoto, a sensação de vê-lo aprovado para treinar em um time profissional como o Corinthians é de muita alegria, pois são quase dois anos de muita luta, viagens, derrotas e vitórias. “O meu filho sempre foi um menino muito determinado com os treinos de futebol e sempre falou que um dia iria treinar em um time grande, pois essa hora chegou”, frisou Luiz.


Fonte: Departamento de Comunicação/PMSS

Foto: Divulgação/PMSS

bottom of page