top of page

Após distribuir mais de 1.600 refeições, carreta do Estado deixa Boiçucanga e segue em Juquehy



Umas das carretas do Programa Via Rápida, que estava fornecendo refeições para moradores, voluntários e profissionais que atuaram na linha de frente das chuvas de 19 de fevereiro, no bairro de Boiçucanga, encerrou na quinta-feira (6) suas atividades no local após quase um mês de trabalho.


Durante os 29 dias em que o veículo esteve no bairro, mais de 1.600 refeições foram distribuídas, com uma média de 55 doações por dia.


A chegada das carretas foi possível mediante parceria entre Prefeitura e Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, com a colaboração das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Social (SEDES) e da Educação (SEDUC).


Juquehy


A outra unidade, em funcionamento no bairro de Juquehy desde o último dia 8 de março, continuará operando na região até o dia 21 de abril. A iniciativa também está sendo responsável por fornecer refeições para alunos da Escola Municipal Prof.ª Nair Ribeiro de Almeida, uma das mais afetadas pela catástrofe, tendo parte de sua estrutura danificada.


Além disso, a carreta está atendendo à comunidade local e proporcionando pelo menos 30 empregos diretos com a contratação de pessoal para o atendimento. As 211 famílias ou 606 pessoas que estão morando temporariamente no Conjunto Habitacional Caminho das Flores, em Bertioga, também estão sendo beneficiadas com essa alimentação, supervisionada por nutricionistas.


Até o dia 5 de abril, mais de 7 mil refeições já haviam sido distribuídas nesta unidade móvel, com uma média de 243 distribuições diárias.


A Prefeitura de São Sebastião agradece ao governo do Estado pelo apoio durante esse período de emergência e calamidade. A carreta de Boiçucanga foi fundamental no fornecimento de marmitas a comunidade, trabalhadores e voluntários da região, incluindo aqueles envolvidos na limpeza e reconstrução da cidade.


Fonte: Departamento de Comunicação/PMSS

Foto: Divulgação/PMSS

bottom of page