top of page

45º Salão de Artes Plásticas promove a arte contemporânea e destaca novos talentos em Ilhabela


O 45º Salão de Artes Plásticas Waldemar Belisário está com inscrições abertas até o dia 20 de julho. O evento, que tem como objetivo promover a arte contemporânea e destacar novos talentos, reunirá obras de artistas brasileiros em diversas categorias.


A exposição, que já é tradicional na região, oferece premiações que variam entre R$ 600,00 e R$ 6.000,00 para os artistas participantes. As categorias são pintura, escultura, técnica mista, desenho, fotografia, gravura e arte livre infanto-juvenil (artistas de 12 a 18 anos).


O Salão de Artes Plásticas Waldemar Belisário, que está em sua 45ª edição, já contribuiu ao longo dos anos para a formação de novos artistas e para o fortalecimento da cena artística no país. Alguns dos artistas que já participaram do evento se tornaram referências na arte brasileira.


“A exposição é uma forma de valorizar a arte e os artistas brasileiros, além de incentivar a produção cultural. O Salão de Artes Plásticas Waldemar Belisário tem sido um importante espaço de projeção para talentos de todo o país”, ressalta o prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci.


O evento é organizado pela Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Cultura e Fundação Arte e Cultura de Ilhabela – Fundaci. As inscrições podem ser feitas acessando o regulamento e a ficha disponíveis no link “Exposição Waldemar Belisário” no site da Fundaci: https://fundaci.org/ilhabela/ ou no link disponibilizado nas redes sociais: www.facebook.com/fundaciilhabela.


Mais informações podem ser obtidas na sede da Fundaci, localizada na avenida Dr. Carvalho, 80, Vila – Centro Histórico, por meio do e-mail gabinete@fundaci.org ou pelo telefone (12) 3896-1747.


Sobre Waldemar Belisário


Ilhabela tem sido um local de inspiração para diversos artistas, e o pioneiro nesse sentido foi Waldemar Belisário, que chegou à cidade em 1929 para retratar sua natureza exuberante. O artista, que pretendia levar suas obras para a Europa em uma viagem oferecida pelo governo federal, acabou fixando residência em Ilhabela e se tornou referência no cenário artístico paulistano.


Em 1968, um grupo de artistas locais, inspirados por Belisário, buscava uma forma de expor suas obras. Após uma reunião com o prefeito da época, foi cedido um local para que realizassem sua mostra. Assim surgiu o I Salão de Artes Plásticas de Ilhabela, batizado em homenagem a Waldemar Belisário. Desde então, o salão tem se mantido como uma das principais vitrines para a arte e cultura na região do Litoral Norte.


Fonte: Assessoria de imprensa/PMI

Foto: Arte divulgação/PMI

Comments


bottom of page